09 maio 2008

Mil coisas

Estão vendo a foto desse Ser Fantástico? Elveon é o nome dele. Nossa, imagine a altura que o cara tem, montado na maior baleia do mundo! =O
Essas coisas mexem com a nossa fantasia, não é? O Senhor dos Anéis, As crônicas de Nárnia, Harry Potter... Uhu... Eu não nego que adoro tudo isso. Nem sei porque resolvi postar a foto do Elveon, só sei que postei, mas agora vou falar sobre outra coisa aqui. ^^'
O título é "mil coisas". Mas mil coisas para fazer, mil coisas passando na minha cabeça, mil coisas para esquecer...? U_U... Um pouco de tudo, eu diria.
Esse ano está sendo o mais turbulento de que consigo ter lembrança. Não só o mundo está passando por isso, mas minha vida, em especial, está sofrendo grandes abalos sísmicos.
A faculdade tá indo, o curso de inglês e o de francês também. Mas não estão indo às mil maravilhas, como no comecinho do semestre, quando eu pensava que teria toda a força de vontade do mundo para encarar uma rotina muito louca, cheia de atividades, trabalhos, provas e estudos sem fim >.<
Cheguei ao ponto do quase desespero, sabe? Porque evito ao máximo dizer-me 'desesperada'. Acho essa palavra forte demais, e poderia me levar ao descontrole, inclusive. As palavras têm poderes que as pessoas duvidam, mas não deveriam colocar à prova não :X Eu asseguro XD
Poizé, daí, eu fiquei numa crise existencial, como se não bastasse a rotina estudantil uma loucura, me veio a quase depressão, por me considerar uma pessoa mediana em tudo... :
Não sou a melhor no francês, e na faculdade (publicidade e propaganda) estou longe de ser a mais criativa. Me desiludi com o curso desde o 2º semestre, mas resolvi dar uma segunda chance, e hoje vivo com essas famosas crises conjugais, mas não vou mais sair da área, acho que não existe nenhuma ideal para mim. E é melhor manter-me em uma na qual já estou inserida, do que tentar outra e quebrar a cara. Afinal, não vejo outra coisa melhor pra mim mesmo, se eu visse, garanto que iria fundo (acho que não nasci para nada, definitivamente :þ).
Sabe uma pessoa sem dons? Eu!
Outro dia me vi em frente a um piano clássico, puxa, que sonho - pensei -, mas não tive nenhuma familiaridade. Eu considero o piano um dos mais belos instrumentos existentes na face da Terra, todo majestoso, pomposo, lindo mesmo >.<>
Foi frustrante, até pq fiquei muito mais nas aulas teóricas, e quando ia aprofundar as aulas práticas, precisei mudar de bairro - ficou pra trás.
Ainda penso em algum dia me dedicar ao piano, vou tentar mais umas vezes, só que preciso ter tempo. Alguém tem um pouquinho pra me emprestar? O.o
E agora ainda tem mais, preciso trabalhar!! o/
É... Estágio obrigatório na facul. Próximo semestre pretendo ajeitar tudo para ter tempo de estagiar e não precisar sair dos meus cursos de idiomas. Não abro mão deles >)
Nesse caso, vou ter que cursar menos disciplinas, atualmente curso 7 e estou sofrendo com tanta coisa ao mesmo tempo. Fiquei um tempão sem postar aqui, e tudo por culpa da falta de tempo. Mas agora pretendo ser mais certinha. Vou até divulgar esse blog para mais pessoas além do Brux e da Swu - vou colocar o link do blog que ela criou aí do lado também \o/.
Ah, e sobre o post da quebra de paradigmas, pretendo praticar isso mais vezes, faz bem. =)
Recomendo: faça algo que nunca fez ou pensou em fazer. Fale com uma pessoa que tem vontade, mas não tem coragem. Cutuque um estranho e puxe assunto. Vá por um caminho diferente, use uma roupa que já tinha desistido... Enfim... Depois comente comigo como foi a experiência, tá?

4 comentários:

anjo_aprendiz disse...

Oi linda eu li o hoje no dias das mães o seu blog bem posso dizer que também passei por isso e sei como se sente a pressão tão grande ao ponto de puxar os cabelos literalmente falando ontem vi que não a conhecia bem ñ sabia de seus sentimentos e entre outras coisas sobre vc sabia muito pouco na verdade só sabia superficialmente...
Mas hoje vendo isso hoje vejo que te conheço mais um pouco vi um pouco de mim nessa postagem tenha...
Uma boa semana!
beijos!

Do seu sempre amigo Elson.

JP disse...

Achava que eu era o único que me sentia que não tinha dons.
Esse teu texto ai foi bem parecido com oq eu sempre pensou, ou pensava.
Força ai garotinha linda.

Janaína Silveira disse...

Muito bonita e interessante essa foto do Elveon.
Me encantei ainda mais com a foto do gato lá em baixo.
E foi por ela que vim a conhecer o seu blog e me interessei.
Desejo a ti uma boa semana.

Pedro disse...

Novamente o lance de cutucar um estranho e puxar conversa... e esse negócio de auto-motivação quando se quer falar com alguém, mas não tem-se coragem... êê, bem comum comigo também! Aliás, tua forma de interpretar as coisas, bem semelhante a minha... tua sensibilidade,teu aspecto sempre idealizador e tua visão medíocre de si... cada elemento, eu sinto contido em mim também! ^^ Legal quando existe essa identificação do "personagem" o qual vc descreve. Isso atrai leitores, fora os que admiram os outros campos por ti também aborados. :)