23 março 2009

Descubra qual a sua flor! =)

Olá a todos!

Hoje a postagem é bem rápida (vamos ver se consigo xD), só pra dizer que eu havia me enganado quanto ao dia da consulta... Na verdade é amanhã e não hoje! Eu nem tinha me dado ao trabalho de olhar no calendário, como sempre as consultas são nas segundas, então nem fui conferir... ¬¬'
Só fui me tocar quando imprimi o resultado do exame e tinha lá "data de entrada: 21-03-09". Fiz as contas, confirmei e, de certa forma, achei bom, mais um dia para ficar em casa... hehe ^^'

Então, quando eu for me consultar amanhã, vou pegar o telefone para doações da Casa Vida e as informações necessárias, ok?

E só para a postagem não ficar tãooo pequena, vou indicar um teste muito fofinho que fiz para descobrir qual minha flor.

A minha é a papoula, as características me deixaram chocadas, pois tem tudo a ver comigo!

Para quem fizer o teste, coloca no comentário qual a flor que deu, tá?

Clique para fazer o teste e descobrir qual sua flor!

Beijos a todos!

Inté!

21 março 2009

I live in a really Hot City!

Jake estava bem magrinho e ainda parece ter uma pata muito maior que a outra... Hahaha xD



Olá pessoas! =)

Hoje tenho boas novas quanto ao tratamento!

É, depois de mais outra semana sem fazer quimio por conta da baixa imunidade, no exame de hoje, felizmente, obtive resultados excelentes. Estou otimista, tenho quase certeza que segunda-feira, após a consulta, o médico vai permitir que eu receba os medicamentos.

Não, eu não gosto de ficar 4 horas numa poltrona com uma agulha em minha veia impedindo qualquer movimento brusco ("Mara, não se mexe muito para não perder o acesso...").
Não, eu não gosto do cheiro do plástico que envolve o soro, do éter que domina o ambiente, do caldo que os outros pacientes tomam.
Eu também não gosto das manchas escuras que se espalham pelo meu corpo e da ânsia de vômito que precede o momento de tomar os remédios.

É sempre bom poder ficar em casa, curtir essas aparentes férias, me dedicar a não fazer nada, mas eu quero muito fazer quimioterapia, pois embora sejam boas essas regalias, elas só prolongam o tratamento. Quero ver o fim disso o quanto antes, quero ficar livre dessa obrigação diária.

É tão confuso esse sentimento que me deixa alegre e triste com a frase "Mara, seu prontuário chegou e você pode escolher o lugar que seus exames estão bons, dá pra fazer Qt hoje."

Mas todo sofrimento um dia tem fim, e é a isso que me apego. Levo alguma revista e o Mp4, tento passar de uma maneira agradável o tempo em que estiver lá. Minha mãe compra tudo que eu tenho vontade, outro dia desses apareceu com um monte de gelatinas e marshmallows, que ela sabe que eu amo. Quando eu ficava com gosto ruim na boca, tinha as guloseimas.
Sem contar que eu não faço nenhuma tarefa doméstica, a vinda da secretária foi perfeita. Nem minha mother reclama e nem sobra pra mim... xD
Também é o máximo poder dormir num quarto geladinho. ^^

Porém, entre esses altos e baixos que permeiam minha rotina, existe algo que vem me deixando super preocupada: o calor.
Sim, o calor anormal que eu sinto devido à menopausa precoce (lembrem que eu tirei o útero e os ovários, meus hormônios estão alterados e completamente confusos ¬¬). Quando eu saio do quarto, preciso estar perto de um ventilador. Os lenços que eu uso esquentam, em casa não uso nada (só no ICC e no labPasteur mesmo).

E Fortaleza é uma cidade glacial, né? T.T

Eu já morria de calor antes de passar por tudo isso, imaginem agora! Quando eu voltar, nem sei como vou suportar andar de ônibus e agir normalmente quando os surtos de calor tomarem conta de mim. É horrível, eu fico em pânico, tenho que molhar o rosto e correr para o ar-condicionado, porque o ventilador com aquele vento abafado me faz ficar pior. Se apenas tomando hormônio esses surtos irão passar, lamento por antecipação - porque vocês sabem que hormônios engordam, né? =T E logo eu, que estou ficando mais gorda a cada dia com tanto sedentarismo. Nem que eu quisesse (coisa rara), poderia me exercitar. Se até para procurar uma roupa no armário meu coração fica acelerado (não estou apaixonada pelo móvel e muito menos pelas roupas, vejam bem... xD São palpitações que tenho desde que fui operada) e o calor vem com força total. :\


Mas agora, mudando de assunto, quero comentar que fiquei super feliz ao ver todos os comentários na postagem passada. A Magnólia passou por aqui, vocês viram? E ela deixou um recado, que eu complemento: Se não me engano, a casa de apoio que ela cita é a CASA VIDA, e todo mundo que quiser ajudar, seja com o que for, pode ir juntando as coisas a serem doadas que segunda-feira pegarei o telefone de lá e postarei aqui, tá? Espero estar em condições de escrever! Para quem não leu o comentário dela, funciona assim:

Você pode doar desde lençóis, roupas, travesseiros até alimentos e artigos de primeira necessidade. Também pode contribuir com doações em dinheiro, viu? Com o telefone em mãos, a equipe vai em sua casa e você não tem desculpa quando à falta de tempo para ir pessoalmente fazer a boa ação. Okeijo? =P


Outro assunto que venho adiando é uma dúvida que alguns amigos têm relatado: galera, para comentar no blog basta escolher a opção 'nome/URL' e digitar seu nome. No caso, quem tem site ou blog ou mesmo fotolog pode optar por colocar o endereço do seu site, tá bem? A isso se dá o nome de URL, belezinha? =)


Agradeço muitíssimo a todos que me deram força e comentaram o causo do Tonzinho, ainda não tenho permissão para ficar perto dos meus gatos, mas eu fico mesmo assim, depois eu tomo banho, troco a roupa e fica tudo bem. Na minha cama eles não sobem, claro. Mas, convenhamos, ninguém é de ferro. É impossível passar perto do Jake ou do Tom e resistir ao impulso de fazer uma carícia, né? Quem já pôde vê-los de perto sabe do que estou falando. Hehe...


Ah, e pra concluir, por favor não liguem pro meu celular, tá?
Quem me conhece sabe que eu odeio falar ao telefone, prefiro mil vezes trocar SMS, e não tô atendendo a telefonemas de ninguém, porque minha mãe teria que ficar higienizando o aparelho toda vida que algum de meus irmãos usasse meu cel. Unindo o útil ao agradável, peço que não liguem porque me dá um aperto no peito não atender, mas é necessário, viu? =)

Termino a postagem por aqui e até a próxima!

14 março 2009

A dor da quase perda


Hello, people!

Como de costume, a princípio, falarei sobre o tratamento:

Hoje, pela manhã, fui ao LabPasteur fazer a coleta de sangue para o hemograma completo + plaquetas que é necessário antes da quimio de segunda-feira.
Para quem não sabe, esse laboratório oferece a possibilidade de imprimir o resultado dos exames através do site. Ainda não imprimi, mas já conferi os índices.
Infelizmente, NÃO SEI PORQUÊ, meus leucócitos deram baixíssimos, bem como os neutrófilos (de novo!! ¬¬') e as plaquetas.

Eu tomei o Reabilit ontem, me alimentei bem durante a semana e juro que não esperava esse resultado.
Como a esperança é a última que morre, ainda tenho fé que a médica vai permitir que eu faça Qt na segunda, mas já estou me preparando psicologicamente para mais uma semana de injeções que aumentem minhas defesas. =T
E isso, logicamente, distancia de mim o término do tratamento. Droga!
Mas, tenhamos pensamentos positivos, né? Sei que muita gente tá torcendo por mim e o melhor há de acontecer.

Agora, mudando de assunto....

Era por volta das 20 horas quando meu pai chegou do trabalho ontem, abriu o porta malas do carro para retirar algumas compras e o Jake entrou lá. Meu pai o deixou ficar uns instantes enquanto levava as sacolas para a sala e, ao retornar, já o avistou fora. Então, fechou o porta malas e foi jantar.

O tempo passou, e lá pela meia noite minha mãe resolveu colocar os gatos para dentro de casa e fechar as portas. Não encontrou o Tom.

A Swu disse que depois iria procurá-lo, já que ainda pretendia ficar acordada.
Deu 1h30 da madrugada e eu, já deitadinha na minha cama no quarto da mamis, escuto a Swu chamando pelo Tom. Ela balançava o pote com ração para atrai-lo (sempre fazemos isso, é o nosso código, e sempre dá certo).
Eu comentei com minha mãe que seria bom se ela fosse ajudar a Swu. Mamis, também acomodada em seu leito, estava com preguiça, mas ainda assim foi.
Nesse momento eu estava respondendo um sms e, pouco depois, escuto o alarme do carro. Em seguida, escuto vozes em desesperadas e minha mãe aparece no quarto, dizendo o seguinte:

-Filha, adivinha onde o Tom estava? No porta malas!! Até agora!, desde quando seu pai chegou! Ele rasgou tudo lá dentro, está super cansado, meu Deus, o bichinho... Como deve ter sofrido!!

Depois que minha mãe se retirou e foi, juntamente com a Swu, dar um jeito no bagageiro, eu desatei a chorar.
Eu amo demais meus gatos e, só de imaginar, construir a cena do Tom se debatendo naquele espaço minúsculo (estava cheio de caixas e sacolas, inclusive ele rasgou um saco de arroz que tinha lá), fiquei em pânico. Pensei no quanto seria terrível se minha mãe, com sua super audição, não tivesse descoberto que o Tom se encontrava ali. Ao acordarmos, ele estaria inconsciente, talvez morto. Teria feito suas necessidades ali, o carro ficaria com um odor péssimo impregnado no assoalho. Meu pai ficaria se sentindo muito culpado (embora ele realmente não tenha tido culpa, afinal, o Tom é muito danado, ele certamente entrou numa caixa e meu dad não o avistou. =T).

Enquanto a Swu balançava o pote com a ração, o Tom percebeu que era sua chance de escapar. Mas a Swu não o ouvia. Quando minha mãe chegou perto, procurou pela garagem e ouviu um som muito abafado de batidas, além de arranhões. Imediatamente pediu para a Swu buscar a chave do veículo. Assim que a porta foi aberta, de tão cansado, o Tom pulou e saiu caminhando lentamente. Foram quase 5 horas trancado ali!

Claro que eu não fiquei chorando no quarto, levantei-me e fui pegá-lo. Ele comia whiskas com vigor, e depois bebeu muita água. Retirei a coleira dele (ele só usa essa coleira porque vive brincando na rua e, por ser muito bonito, temos medo que achem que ele não tem dono e o levem de nós. Graças a Deus nunca aconteceu, sempre que ele quer entrar em casa, fica batendo no portão e, ao escutarmos, vamos buscá-lo. ^^).
Reparei que o olho esquerdo dele estava meio inchado, avermelhado. Fiquei com muita pena, fiz tanto carinho que ele deve ter ficado enjoado! =D

Mas aí aconteceu algo curioso...

O Jake teve uma crise de ciúmes, acreditam??
Ficava espiando o Tom, escondido atrás da parede. Quando o Tom se distraía, ele queria atacar. O pobre do Tom estava exausto, não queria saber de brincar, muito menos de brigar. Decidimos que o Jake dormiria com a Swu e o Tom ficaria fora.
Mas não tardou para o Tom começar a chorar, se sentindo solitário (e olha que ele costuma ser bem individualista). Ele ficava arranhando a porta daqui do quarto da mamis (onde ainda durmo e dormirei até o fim do tratamento). Resolvi então arriscar e deixar o Jake junto com ele. Pronto!, finalmente consegui o silêncio que precisava para dormir, ele ficou quieto e deitado com seu amado amante até tarde... Hehehe.
Acho que ele vai evitar os porta malas da vida por um longo período.

Nós realmente caimos na real do quanto gostamos de alguém quando perdemos ou corremos o risco da perda.
Na verdade, eu sempre soube que meu amor por eles era infinito, resistindo inclusive aos momentos ultra chatos de trocar areia, limpar vômito e afins.
Com tudo isso, meu amor só deu mais provas do quanto é forte.

Vou postar aqui um videozinho que fiz dos dois cats. Sei que ficou mal feito, eu nunca tinha mexido muito no movie maker... '-'
Espero que curtam (quem ainda não viu, pois já coloquei no orkut).



Bom, por enquanto é só.
Obrigada aos comentaristas e amigos de sempre. ;)

09 março 2009

Um pouco de procrastinação...

Salut pour tout le monde*! =)


Quase uma semana sem atualizar, mas por incrível que pareça, não me aconteceu nada de surpreendente nesse período! ¬¬ Tomei as injeções e sofri nos dois primeiros dias, todos os músculos do meu corpo ficaram doloridos.


TODOS, se é que vocês me entendem... i.i
"Mãe, deitar dói, sentar dói, ficar em pé dói!" T.T


Perguntei à enfermeira por que meu corpo doía tanto e finalmente descobri que é um bom sinal: as vacinas têm a função de elevar minhas defesas, já que com a quimio meu corpo fica tão vulnerável quanto o de uma criança recém-nascida. E o impacto que o componente ativo da injeção me causa é tão grande (por isso levo uma dose de 250ml por dia, durante cinco dias seguidos) que meu corpo inteiro sofre o baque. Sentir as dores logo nos primeiros dias é sinal de que meu organismo está reagindo bem, de que minha imunidade está aumentando. =D 


Após entender o que se passava comigo, fiquei mais relex. No entanto, me planejei para aproveitar os dias de 'folga' e estudar o conteúdo da faculdade (tenho 3 capítulos de um livro de Psicologia para ler e questionários para responder =X) além de refazer umas aulinhas de francês para não enferrujar.
MAS... Acabei não fazendo nada daquilo a que me propus. =
Todavia, não quero comentar o que não fiz. =) Vou acabar me sentindo mais culpada ainda...
Então, vejamos o que fiz de útil (ou não tão útil assim, hehe... =S)



Vi um filme que um amigo da Swu arranjou, que é super duper!
The Changeling (A Troca), com ninguém menos que Angelina Jolie!
Super recomendo porque é baseado numa história real (adoro filmes assim) e a Jolie está muito bem. Ainda não tem nas locadoras, eu acho... Ops! =X Poisé, hehe... =D
É uma película envolvente, original. O filho da personagem da Jolie (Christine Collins) desaparece e, cinco meses depois, a polícia afirma ter encontrado o bambino. Maas, acreditam que o menino que acharam NÃO é o garoto da Christine? E o diabo do menino fica dizendo que é o filho dela e a pobre na maior saia justa, começa a criar o garoto que nunca viu na vida e tenta desvendar esse mistério absurdo, antes que seu verdadeiro filho, o Walter Collins, suma para sempre. É lindo o filme, tem denúncia e lágrimas. Nota 10!


Enton... Outro filme que vi, francês, chama-se Comme tout le monde (na versão brasileira colocaram o nome infame de "Apostando no amor". Poupe-me, esse título não tem nada a ver com o filme!).
Trata-se de um filme muuuito interessante pour moi, que estuda publicidade e propaganda. Tem um game que faz muito sucesso na França, e chama-se 'Como todo mundo', que faz perguntas relacionadas com o que as pessoas responderam nas ruas, e ganha quem for acertando o maior número de respostas escolhidas pela maioria do povão (se não me engano, existe um jogo com o mesmo estilo apresentado pelo Silvio Santos.) Daí, tem um cara, o Jalil, que simplesmente SEMPRE sabe as respostas da maioria, e ele chama a atenção de uma empresa de propaganda, justamente porque o que ele escolhe (baseado no que ele mesmo responderia, pois ele é muito sincero) seria de extrema aceitação para o público.


Basicamente, ele se torna uma cobaia dessa grande agência, mas sem ter conhecimento disso. O apartamento que ele mora é cheio de câmeras (comprado numa liquidação imperdível, tudo arquitetado, claro), até na geladeira tem cam. Os prêmios que ele ganhou ao vencer o game são todos manipulados, a televisão passa programas e comerciais de interesse da agência. Exite um sensor na tela que mede o grau de satisfação dele e, através desses dados, o casal de publicitários - que o vigia 24 horas por dia (até quando ele fala ao celular, que tem um microfone secreto) - vai criando e aperfeiçoando os produtos que entrarão no mercado. Tem também a garota por quem ele se apaixonou, a Claire (atriz suuper linda), que participa do esquema. Ela o faz provar bebidas que ainda não estão em circulação (se diz funcionária de uma empresa de pesquisa), mostra roupas, tênis, e os dados são armazenados. Tudo que ele coloca no carrinho do supermercado é medido, verificado. Definitivamente tudo que o rodeia é analisado e lançado para ser um sucesso de vendas. Ele nunca erra! =O Não vou contar mais, tem muitas surpresas no filme, a Swu não gostou tanto quanto eu, mas sempre pensei num roteiro de filme assim, e só faço duas críticas: o ator do filme poderia ser un petit peu mais bonito (hahaha xD) e o finalzinho foi meio cliché, acho que dava para ser mais longo o filme... Não sei, mas o durante me agradou. =)


Agora quero, só pra variar uma coisinha de nada, agradecer de novo ao povo que não cansa de querer me fazer bem! =P


Vocês estão me deixando com uma grande dívida, sabiam? Como vou retribuir tudo isso?? 


Tem gente querendo comprar presente pra mim, que eu já saquei! =X
Sabe, senhora Sarinha Queiroz... ^^
Não se preocupe com essas coisas, viu?
Esclarecendo: ela perguntou se eu gostava de boné!
E vou responder para todos: non. '-'
Poderia até usar nessa fase calva em que me encontro, mas depois iria descartar, não acho que combine comigo. Meu pai falou que viu um prateado.. =S God! Não quero, tá? Acho bunitin e talz, mas prefiro boinas, cartolas, chapéus ou coisas parecidas. E nada daqueles chapéus countrys, né? Haha! Neeem! Tem até um aqui em casa, mas passo longe.


Alors, só pra concluir, vou postar a última foto da série "etapas da franja da Mara" e dizer que estou com planos para um segundo blog.
Esse será temático, estou pensando em fazer parceria com alguém que se garanta na escrita, goste bastaantão de fazer isso sem que eu tenha que cobrar e talz, e que seja bem criativo.
Fiz o convite a uma amiga muy querida, Samióvski (ela comenta aqui como Sam), mas vamos ver se vai dar certo isso, até porque estou pensando seriamente em usar um tema que considero muito divertido e, ao mesmo tempo, tem relação com minha facul. Isso mesmo, quero fazer um blog de análise de propagandas nacionais e internacionais, bem ácido mesmo, para meter o pau nas propagandas chatas e elogiar as que realmente são geniais (as que eu achar, óbvio, pois serei plenamente parcial na análise, quero é ver o circo pegar fogo! xD~~).


Quero ver o que vocês acham da idéia e se pretendem visitar o blog caso ele venha a sair mesmo... Ah, e caso tenham outras idéias, por favor, não se calem! Tá? =)


Abaixo da foto vou colocar as devidas traduções dos termos estrangeiros usados no texto, farei isso agora, porque tenho essa mania de usar estrangeirismos (não se chateiem, mas é porque faço isso também falando, aqui em casa vocês nem queiram ver, é uma lástima! =X) e não acho justo com quem não sabe e também não quero que fiquem indo atrás dos termos no google tradutor, é muito cansativo. =T




Será que eu uso muito (sempre!) esse perfil? =D



Grande abraço aos meus queridos amigos e leitores e até a próxima! =D



* Devidas traduções:
Salut pour tout le monde = Saudações para todo mundo.
Pour moi = Para mim
Alors = Então
Un petit peu = Um pouquinho

03 março 2009

Finalizando um novo ciclo.


Aloha!

Depois de passar uns dias beeem enjoadinha, sofrendo com os efeitos da quimioterapia, estou de volta!

Hoje fiz Qt novamente (encerrei o 2º ciclo), estou com o estômago ultra sensível. O cheiro do banheiro, da comida, do perfume, do desodorante, da roupa, do plástico... Urrrr, cheiros estranhos, eu sei, mas eles fazem meu estômago embrulhar. Passei quase a manhã inteira no ICC com os dedos tampando meu nariz. E, droga, acreditem, só de lembrar da manhã de hoje já fico com ânsia de vômito, então vou mudar de assunto. ¬¬'


Vejamos...

Novidades aqui no blog: Agora tem anúncios! =) Para alguns, é detestável, para outros, não vai fazer diferença, pois é como se eles nem existissem... Mas é uma tentativa, espero que me gere alguma renda... xD Mas estou sem grandes expectativas... Só vendo no que vai dar mesmo.

Para quem não sabe, existe um regulamento bem rígido para os usuários do adsense (que gera os anúncios do google no blog). Entre as regras do contrato, consta que eu mesma não posso clicar nos anúncios do meu blog, não posso induzir pessoas a clicarem, não posso fazer desenhos, flechas e\ou qualquer tipo de promoção aos meus próprios anúncios, já que o interesse deve ocorrer espontaneamente no usuário\leitor. Se for detectado que eu quebrei alguma regra, nunca mais meu perfil estará qualificado para receber anúncios do google em meu blog. =O

Portanto, galerinha, não estou obrigando ninguém a clicar nos anúncios (é o número de cliques que vai gerando renda), quem quiser, vá por livre e espontânea vontade, beleza? =P


Outra coisa que quero relatar aqui: Hoje, 03 de março, é o dia do meu aniversário...

Particularmente, não curto muito esse negócio de divulgar a data do níver no orkut ou ficar relembrando as pessoas desse dia. Não só porque sou muito esquecida e me sentiria na obrigação de retribuir a quem lembrar do meu, como também não acho que seja um "grande dia, oh! meu Deus!!".

Claro que é legal fazer algum tipo de comemoração, sair com os amigos especiais, de repente ganhar algum presentinho (ganhei um mp4 ^^), coisa e tal. Mas para quem esquece, também não oferto o calvário. Eu vivo esquecendo as datas dos aniversários de vários amigos e não me importo se esquecerem do meu dia, afinal, tem gente que fica sem falar com você o ano inteiro, mas como guardou um lembrete no celular, no bendito dia resolve ligar como se fosse o amigo mais presente do mundo. Isso realmente aconteceu comigo hoje e vem acontecendo no decorrer dos anos. o.O'

O aniversário é importante porque a partir de então temos que acrescentar mais um ano à nossa idade. Agora tenho 21 (já poderia até beber nos EUA, mas nem ligo, não bebo. =x), e é como se essa idade representasse que sou adulta. Será?? o.ô Ainda tenho uma dificuldade boba de dizer que sou 'uma mulher'. Sempre faço referências a mim como a 'uma garota'. Mas acho que quando eu começar a trabalhar e ganhar algum dinheirinho, isso vai mudar.

Mas enfim, todo esse rodeio que fiz foi para esclarecer que gostei muito das mensagens de texto que recebi e das ligações (que não pude atender, mas minha mami repassou todos os nomes, não vou esquecer de vocês, guys. ;D).

Mesmo eu não tendo divulgado nem nada, teve muita gente que lembrou, e isso me deixou surpresa e muy contente. Obrigada! =')

E, a quem não lembrou ou simplesmente não sabia, não fiquem se sentindo mal por isso, ok? O que realmente importa é demonstrar carinho nos demais dias do ano. ;)


(Tive que dar uma pausa de mais de duas horas aqui... Adivinhem por quê? Fui vomitar! T.T Não vou entrar em detalhes, até porque não é um assunto dos mais interessantes, mas só agora há pouco consegui comer um pãozinho com café.)


Voltando à postagem (hoje estou uma verdadeira embromation girl!), vocês viram quem comentou no último post? O Samuca (taxista)! É, isso aí, ele existe! Hahaha!

Blog bombando... Iebaaa! xD~~

(Mas isso só porque eu falei que já o tinha citado umas três vezes e, como ele não aparecia para comentar, eu ia começar a falar mal dele... hauehuaheuahe =P).


Mudando de assunto again (e voltando ao mesmo @@), amanhã começa um período mais tranquilo no tratamento, no qual só vou ao hospital para tomar a injeção que aumenta minha imunidade. É bem relex porque não preciso acordar tão cedo e volto rápido pra casa. Estava esperando por isso logo, porque a quimio é muito desgastante, não vejo a hora de acabar! >.<

Dessa vez estou sofrendo menos que antes, já que até tô conseguindo escrever no blog, mas já vomitei duas vezes e meu olfato parece o de um farejador profissional, pois sinto um arominha desagradável há quilômetros de distância. Isso é beem chato. Fico parecendo uma fresca, reclamo muito, mas até que não tô tratando ninguém mal... =X Da outra vez, eu pedia logo pra ficar sozinha. Dessa vez nem me incomodo com a televisão ligada ou a luz acesa. Claro que tem momentos em que coloco o lençol no rosto e dou todos os indicativos de que a claridade tá me perturbando, mas dizer meesmo eu não digo! x) Hahaha!


Well, well... Estou pensando no que escrever aqui... '-'

Ah! Vou postar outra foto inédita que só viu quem fuçou no meu celular!

Continuando o book das fotos de franja, essa é de quando minha franjinha estava crescendo.

Estou meio engraçada na foto, mas tenho um apego particular por ela, porque minha franja tava exatamente do jeito que eu queria, mas não durou muito tempo, pois logo começou a crescer e a cair nos olhos. ¬¬


Mal posso esperar para meu cabelo voltar a crescer, dizem que cresce mais forte e mais bonito. *-* E dessa vez vou me segurar e não pintar de preto! I swear!




Eita, que olhos enoormes você tem! =O

Finalizo por aqui com um grande abraço a todos que comentam ou não, a todos que mandam sms ou não, a todos que mandam e-mails ou não... Enfim... A todos que, de alguma maneira, seja em orações\preces, energias positivas, boas vibrações e etc, etc, etc, demonstram um carinho por mim que nunca, JAMAIS, serei capaz de retribuir a altura.
Vocês não sabem o bem que me fazem.

Muito Obrigada.