27 maio 2010

Presente para os leitores

Olá pessoal!

Esta postagem é um presente, que trago especialmente a vocês.

Trata-se de um livrinho muito singelo, mas que contém as verdades da vida eterna. São poucas páginas, bastante objetivas, com um ensinamento milenar.

Acabei de ler e não me contive em compartilhar com vocês. 

O Título é: Aos Pés do Mestre, por J. Krishnamurti.

A Linguagem é simples e esclarecedora. Há relatos de muitas pessoas que mudaram o curso de suas vidas após ler tal obra. 

É lindo, muito lindo mesmo.

Ofereço-vos duas opções de links para baixá-lo.

(basta clicar no ícone "katar" e pronto!).

No formato doc: http://odiadaluz.webnode.com/livros-download/  (é só procurar pelo título do livro e fazer o download).


Pra finalizar a postagem, um pouco de entretenimento, para quem gosta de testes. xP

É só clicar no título do teste para fazê-lo:

Que bom filme é você? (Eu sou, imaginem só, a Amélie Poulin!! =P Amei! E a Swu é o Imensidão Azul)

Teste de personalidade, para calcular seu DNA visual, MUITO legal, o melhor teste que já fiz até hoje. Em inglês. 
É muito bem elaborado. E, caso goste, tem muitos outros no site (youniverse.com).


Pronto, agora sim, termino por aqui.

Beijinhos!

Paz e Luz!!


22 maio 2010

O Retorno ao Lar

Hi there!

Acho que nunca compartilhei com vocês como foi que, de um dia para o outro, passei a cuidar de 2 gatos.

Primeiro, veio o Jake. Um amigo da Swu tinha uma gata branca, que pariu 3 filhotes. Um branco, um cinza e um preto. Filhotes degradé, né? =P
Daí, o pretinho foi o único que ficou sem lar, porque ninguém o queria. Afinal, existem mil lendas sobre isso - que, aliás, são uma grande bobagem, os gatos dessa cor trazem é muita sorte, isso sim. ^^

Jake miúdo.

Depois de umas duas semanas com ele, todos faziam grande esforço para não pisá-lo, pois ele vivia se jogando à nossa frente. Aquela coisinha super pequena, magrinha, que ainda tinha os olhos azuis, queria brincar. Nós não levávamos jeito pra coisa.

Belo dia, eu e minha madre fomos comprar ração para nosso novo filho. No balcão, esperando que o cálculo fosse terminado, avistamos um gato ultra pequeno, caminhando em nossa direção. Ele usava uma coleira vermelha, e andava com certa vagareza.
Na mesma hora, minha mãe se abaixou e o pegou no colo. Ficamos encantadas com tamanha fofura.
O dono da loja perguntou se a gente o queria. Minha mãe disse que sim, mas não podia, porque já tinha um e ia dar briga entre eles. Acabamos por voltar pra casa sem aquele gatinho cinza com branco. 

E essas orelhas tão grandes?

Inconformada, contei para a Swu o ocorrido, logo que retornei. Ela ficou muito curiosa, e conseguiu convencer minha mãe a deixar que voltássemos ao petshop, pelo menos para tentar fazer um acordo com o cara:
"É o seguinte, a gente fica com esse gato por uma semana, se não der certo ele conviver com o Jake, devolvemos. Fechado?"

Ele concordou, mas ainda pagamos pela coleira que ele usava e por uns remédios contra verme que o cara tinha dado a ele.

Ao longo do caminho, as pessoas faziam "owwww" quando viam que eu segurava uma coisinha tão fofa.
Ele veio calmo, e pensamos que seria moleza.

Ledo engano.

Logo o Jake demonstrou que estava insatisfeito. 
Outro gato para disputar a atenção? Nem pensar!!

"Vou te mostrar quem manda aqui!"

Ele atacava, e o Tom (eu que escolhi o nome), fugia.
Minha mãe já foi dizendo que ia devolver, mas eu e a Swu persistimos.
Depois de uma semana, já estávamos tão apegadas a ele, que seria inimaginável nos separarmos.

Pouco tempo depois, a convivência deixou de ser apenas agressiva. Eles passaram a se amar. É, até comentamos que eles são amantes. Hihi.

Teve o dia em que foram castrados, justamente para não ficarem engravidando gatinhas por aí. O Jake sofreu muito nesse dia, mas o Tom parece que nem percebeu. Tudo pra ele é relex. 

Soneca embaixo da cama

Nunca fomos de prendê-los, afinal, é natural para os felinos fazer seus passeios pelos telhados alheios (nossa, que trava-língua!). Mas eles sempre voltam. Se não de noite, logo ao amanhecer. 

O Retorno ao Lar.

Quanto às personalidades, o Jake é mais antissocial, não gosta tanto de ficar na rua. Entretanto, é muito  companheiro. Nunca perdeu a mania de nos seguir, exigir carinho, miar na porta do nosso quarto pedindo para entrar. 

Por sua vez, o Tonzinho é mais folgado, e é também o mais guloso. Adora correr para a rua ao menor descuido (quando alguém vai tirar ou colocar o carro na garagem). Ele é medroso, qualquer ruído o faz dar altos pulos de susto. O que contrasta com seu aguçado instinto de caçador (já chegou com vários passarinhos, calangos, lagartixas e borboletas na boca).

Quando eu comecei a redigir essa postagem, ontem, estava muito triste. O Tom estava desaparecido há mais de 24 horas. 
De repente, eram 3h da madrugada, minha mãe me aparece com ele no colo!
Fiquei surpresa e muito, muito feliz. Daí, para não perder a postagem, saí mudando alguns tempos verbais e adaptei o texto.

Hoje, ele tomou aquele banho. E o Jake acabou tomando também, porque estava precisando. Graças a Deus o Tonzinho não está com nenhum machucado. Chegou faminto, comeu muuuito, e também ingeriu bastante água. 

Minutos depois, já estavam se amando (um lambendo o outro xD) e matando a saudade. 

"Cara, eu te amo!"


Final feliz! ^^


19 maio 2010

Fé - Ato I

Olá, meus queridos!

Trago para vocês um babado fortíssimo!
Resolvi tirar do limbo aquele meu antigo blog de propaganda, lembram?

Pois é, voltei a atualizá-lo! =) 

Quanto às novidades sobre meu tratamento, leiam a seguir:

Já estou com o resultado das tomografias, e tenho bons motivos para comemorar! O tumor não cresceu, encontra-se estável e sofreu uma leve redução. Só lembrando que não fiz NENHUMA quimio desde março até o presente dia.

O que seria isso? Ilusão? 

Não, são fatos. A move e remove montanhas, meus caros. Não duvidem do poder dela.

;)

A novidade que eu trago é que, com a graça de Deus, no próximo mês eu irei para o sul do país, recorrer a um tratamento alternativo. Ainda não tenho muitos detalhes sobre isso, mas peço que tenham pensamentos positivos a esse respeito, por favor. =}



Para não perder o hábito, nova foto!

Fiquem em paz!

Grande e apertado abraço!

03 maio 2010

Espiritismo, leituras e figuras

"Nascer, morrer, renascer ainda e progredir continuamente. Esta é a Lei."
Allan Kardec



Essa é a filosofia da Doutrina Espírita. 


Mais do que em qualquer outro momento da minha vida, essa citação tem-se feito presente em meu modo de pensar e agir.
Muito além de simples palavras que representam a síntese do Espiritismo, elas possuem todo um sentido complexo, compactado em poucos caracteres.

Há muitos anos sou espírita, mas descobri recentemente que, na verdade, eu só dizia ser. Muitas dúvidas me rodeavam, e eu não ia atrás das respostas. Acabava tão ocupada com os estudos que negligenciava o conhecimento da doutrina.

Agora que tenho tempo, todos os dias tenho me dedicado às leituras da codificação*, portanto, finalmente, encontrei uma ocupação que tem futuro. 

Para quem não conhece muito sobre o Espiritismo, e tem interesse, devo explicar que não se trata de uma religião. Não possui um sacerdote (padre, pastor etc), nem um templo, tampouco vestes ou rituais. Não o confunda com a Umbanda, o Candomblé, ou qualquer outro tipo de rito religioso. Muitas vezes, para diferenciar, as pessoas falam que se trata de "Mesa branca", já que muitas reuniões são feitas ao redor de uma mesa com uma toalha branca. Porém, isso é apenas um hábito. Afinal, não há necessidade de que a toalha seja branca, aliás, nem sequer uma toalha é preciso. 

Infelizmente, por ignorância, muitos possuem um conceito errôneo acerca desta doutrina. Certa vez, no ICC, minha mãe estava com um livro espírita e uma senhora evangélica conversava com ela distraidamente. Daí, ela quis ver que livro minha mãe tinha nas mãos e, ao perceber que se tratava de uma obra psicografada, mudou o tom com minha mãe e se afastou. Hoje em dia, é notável que prefere manter uma certa distância.

Não sei se é adequado falar sobre isso aqui, penso que talvez seria interessante criar um blog só para esse tema, estou amadurecendo a ideia.

Só pra esclarecer, não estou generalizando que os evangélicos são preconceituosos. Aliás, possuo amigos que seguem essa religião e não encontro problemas, pois eles sabem respeitar. Não importa que seita a pessoa segue, em qualquer âmbito da sociedade encontraremos tipos assim, que ignoram o conhecimento e aceitam facilmente tudo que ouvem. E com a era da internet, é inimaginável que alguém prefira se manter passivo diante de tantas informações que estão ao alcance das mãos. Mas não estou aqui pra julgar, só quis mesmo compartilhar com vocês esse fato lamentável.
_______

Nesta semana, creio eu, chegarão os resultados da minha última tomografia. Em breve obterei uma resposta, e tão logo eu me consulte novamente e saiba qual será o próximo passo, trato de comunicar a vocês.

Na minha última consulta, meu oncologista disse que era provável que eu fizesse um novo tipo de quimio, denominado I.C.E.
Já andei pesquisando as drogas desse tratamento, e algumas são as mesmas que tomei no último protocolo. Pelo que ele adiantou, a priori, eu faria dois ciclos, de 5 dias seguidos cada um. 
Depois ele confessou que gostaria de tentar o transplante de medula novamente. 

Por ora, não vou manifestar minha reação quanto a isso. 

Vou aguardar o rumo das coisas antes de qualquer opinião.

Está nas mãos de Deus. Como, aliás, sempre esteve.

Bjinhos, queridos!

=)
_______

*A Codificação é composta por 5 livros, são eles:
~O Livros dos Espíritos
~O Livro dos Médiuns
~O Evangelho segundo o Espiritismo
~A Gênese
~O Céu e o Inferno