29 junho 2010

Acerca dos outros e de mim



Hoje tive uma consulta no ICC. 
Pensei que ficaria tensa, com o coração acelerado e a memória insistindo em me fazer lembrar de vários momentos tristes e dolorosos que passei ali. Mas não.

Enquanto esperava ser chamada, me sentei e fiquei lendo. A Swu estava comigo, e também lia. 

Os raios solares estavam batendo forte na minha pele, mas não me incomodavam mais do que os gritos assustadores que vinham do andar de baixo. Um rapaz colocava toda a tormenta física e psíquica em sua voz. Parecia estar sendo torturado impiedosamente. Não sei explicar que bizarra atração foi aquela, mas no espaço de alguns segundos, todos estavam a assistir àquela cena.

A mesma curiosidade que domina os zumbis interessados em ver corpos dilacerados após um acidente no trânsito; ou mesmo o estranho prazer que guia espectadores de filmes violentos, sangrentos e feios. 

Não havia nenhuma graça naquilo. E, no entanto, notei uma mulher sorrir. Acompanhantes de pacientes, enfermeiras e funcionários - todos correram para olhar. 

No lugar onde estava, permaneci. Meu impulso era tapar os ouvidos, pois aqueles gritos eram realmente tristes. No entanto, me contive. 


E os ratos continuavam a vislumbrar o queijo, famintos. Continuo atônita, abismada com a comoção geral. Eles se entreolhavam, cúmplices. Ratinhos saíram de todos os orifícios, para babar sobre o enorme queijo, que estava em exposição. Entretanto, eles só podiam olhar. Nada mais.

Loucuras à parte, a consulta foi muito positiva. Farei novos exames, mais completos. Tudo indica que não terei de enfrentar nova quimioterapia, porque esse tratamento alternativo que venho fazendo e também a ingestão de chás de diversas ervas, já estão mostrando resultados. Como falei anteriormente, sem precisar sofrer com as QTs, o tumor está regredindo.

Dadas as atuais circunstâncias, eu não poderia estar mais alegre.



Minha viagem ainda não aconteceu. No tempo certo eu sei que tudo vai se encaminhar.

Continuo estudando a Codificação Espírita e me fascinando cada vez mais com todas as verdades reveladas pelos Espíritos Superiores. 
Tudo, tudo faz muito sentido.  

Me sinto plena, muito feliz e com a certeza de que a cada novo dia vou ficar cada vez melhor. 

Obrigada meu Deus. Obrigada por ser tão Maravilhoso, Soberanamente Justo e Bom.

Eis o meu Testemunho de Fé. =)

18 junho 2010

O Adeus de Saramago


Hoje desencarnou o grande ícone da Literatura Portuguesa, aos 87 anos, em sua casa, nas Ilhas Canárias, Espanha.

Saramago tomava o café da manhã quando sentiu-se mal e foi levado ao médico. Recebeu assistência mas não resistiu. Já havia sido internado diversas vezes com problemas respiratórios (e também sofria de leucemia).

Segundo a nota divulgada na Fundação José Saramago, ele partiu acompanhado da família, de forma tranquila. 

O Site do Skoob, rede social de leitores, está com a logo preta, sinalizando luto.



Para quem acredita que o espírito dele foi transportado para outro plano, deixo meu pedido singelo, de que façam preces para que ele seja amparado, acolhido, que não sofra e possa descansar. Depois do período de lágrimas e lamentações, ele terá que encarar a realidade e seguir sua caminhada. 

Saramago era ateu e cético, tendo dois de seus livros criticados duramente pela Igreja Católica (O Evangelho segundo Jesus Cristo e Caim). Vamos nos solidarizar com esse Espírito, que agora está liberto de seu envoltório grosseiro, para que ele possa compreender e aceitar serenamente seu retorno ao mundo Espiritual.

=]

Para mais informações: 



17 junho 2010

Maravilhas da Internet

Galera, venho aqui divulgar duas ferramentas bem interessantes para quem é fanático por livros.


Não sei se já repararam que possuo duas estantes de livros aqui na coluna ao lado, indicando o que estou lendo e os títulos que quero adquirir. Pois bem, é um aplicativo que incluí através do meu perfil no Skoob. Sou fã incondicional dessa ideia genial, que me foi apresentada por uma grande amiga, Ritinha. Lá, podemos manter o controle sobre o que lemos, o que vamos ler, o que estamos lendo no momento, a meta de leitura para esse ano, as obras que possuímos (e são nossos favoritos ou, ao contrário, queremos trocar por outro que desejamos). É muito divertido, acreditem. Tenho que me controlar para não ficar horas por ali. E agora entrou no ar a versão beta, com novos recursos que estou amando, como o cadastro de autores e grupos. Enfim, recomendo que vocês deem uma olhada.

E quem quiser ver meu perfil, o link é esse: skoob - maraysa

Clique para ampliar imagem

A outra dica que vos apresento é também nova pra mim, descobri hoje. É o livralivro.com.br. Neste, também criamos um perfil, mas é muito mais simples e objetivo do que o skoob, pois o serviço que ele presta é a troca de livros, exclusivamente isso. Assim: você digita no campo de busca um título qualquer (detalhe: não coloque os acentos quando for pesquisar, pois não dá certo, já testei), daí, no resultado, vão aparecer diversas capas correspondentes à sua pesquisa e, então, você marca uma opção: tenho para trocar, quero obter este  ou comprar (sem propaganda é difícil sobreviver, o grande patrocinador é o portal Submarino)



É hiper simples, em questão de poucos minutos já incluí um bucado de livros que possuo disponíveis para troca e outros que desejo. 

Taí meu link do livralivro: clique para ver

Estou convicta de que essa ideia de trocar livros através da internet veio para ficar. Dessa forma, nossos companheiros ficam sempre circulando - exceto aqueles pelos quais nutrimos um amor possessivo. =3

Gastamos apenas com o valor do frete para enviar, e nada mais. A pessoa que te mandar o seu escolhido, banca o frete dela, e tudo fica certo. Muito bom, não acham?

É isso aí, espero que gostem e, caso façam seus perfis, podem me adicionar. ;)

Beijinhos e até a próxima!

11 junho 2010

Copa do Mundo

Olá pessoal! 

Quem aqui gosta de futebol, Copa do Mundo?



Estou perguntando isso porque, particularmente, estou ficando cada vez mais enjoada desse tema. Mal a Copa começou e já não aguento mais ouvir falar de vuvuzela e bafana bafana. =P

Lembro da Copa de 94, eu era uma criança de 6 anos, mas a imagem do Dunga beijando a Taça me é muito viva na memória. Na Copa seguinte, 1998, resolvi que deveria torcer pela Seleção. Estava um grande frio em SP, e eu coloquei um moletom que tinha tons de verde, para ficar patriota xD. Perdemos para a França. Recordo ter pensado que eu não dava sorte.

Em 2002, primeiro ano morando em Fortaleza, durante o jogo da Final preferi ficar dormindo. Meus pais haviam ido assistir na casa dos meus tios, ainda bem. Tive um sono tranquilo. Até que, de repente, escuto os fogos de artifício. Acordei sobressaltada, com a dedução de que éramos Penta Campões.

"Que bom" - pensei. "O povo fica mais feliz". 

Na programação da TV não se via outra coisa, a não ser os jogadores comemorando, a população saltitando contente com mais um título mundial.

Parecia que o Brasil era mesmo um lugar pleno de alegria, onde nada de ruim acontecia. Nada de tragédias noticiadas na programação televisiva. O assunto foi explorado até se esgotar.

Na Copa de 2006 não aconteceu nada que tenha me marcado. Só sei que não chegamos a ir à Final, e eu estava vivendo meu primeiro ano como universitária. Foi um bom ano (pra mim, não pra Seleção xP).

Eu poderia fazer muitos comentários a respeito dessa estratégia de alienação das massas, mas não vou. 

Deixo a batata quente para quem quiser. ;P

Até!