30 novembro 2010

Meu voo é o próximo



Estou indo embora minha gente. Não posso ver todos que gostaria, pois não há tempo. Mas não se preocupem, quando eu voltar para fazer visitas, irei rever todos aqueles que não pude encontrar nessa ocasião. Não quero fazer uma grande despedida, não quero lágrimas desnecessárias; estou indo para um lugar melhor (não estou menosprezando Fortaleza, digo que é um lugar melhor, mas isso diz respeito a mim, pois lugar bom é aquele onde nos sentimos bem). Estou me curando em outros ares, e é pro Sul que eu vou - assim como iria para qualquer outra região, desde que lá eu pudesse ter saúde e lucidez.


Só para os curiosos: Sim, estou deixando faculdade, cursos de idiomas, casa... Tudo. Daqui pra frente é vida nova!

Alguns nem sabiam que eu tinha voltado à Fortaleza e agora só terão a informação de que minha passada pela Cidade do Sol foi rápida e discreta. Mas é isso, eu vim para fazer exames e resolver toda a documentação para minha mudança. Agora que já acertei os ponteiros com tudo, é hora de partir.

Não há tempo a perder! 


29 novembro 2010

Devaneios

Não tenho conseguido organizar minha mente nos últimos dias. Muita coisa tá acontecendo ao mesmo tempo, são decisões a tomar, uma série de trabalhos a fazer, leituras a continuar, pessoas com as quais conversar. Me pergunto se tenho toda essa capacidade.

Nos últimos dias eu tive de me posicionar diante de muitos fatos perante os quais eu sempre havia sido indecisa, deixava para pensar a respeito mais tarde, na ingênua ilusão de que o mais tarde nunca chegaria. Mas chegou, e eu tive que ser firme. Não foi fácil...

Com certeza essa postagem está um tanto confusa e eu mesma, futuramente, encontrarei dificuldades para interpretá-la. Só preciso de um espaço para jogar meus devaneios, pois creio que se não fizer isso vou acabar enlouquecendo.

Vocês já se sentiram completamente perdidos, solitários, incompreendidos? Já sentiram que estavam no lugar errado mas, quando tiveram a oportunidade de fugir - a porta estava escancarada - simplesmente recuaram, com medo do que iriam encontrar lá fora?

Ou então tiveram vontade de falar mas as palavras eram incapazes de dizer o que vocês sentiam? E quanto mais tentavam articular as frases, mais parecia que estavam dando voltas sobre o mesmo ponto, sem sair do lugar. E ainda sentiram-se uns inúteis, idiotas, que sequer conseguem dizer o que pensam?

Por que nosso vocabulário é tão pobre?! Por que ainda não desenvolvemos a comunicação por pensamentos? 

Por que tenho que calar quando gostaria de dizer muitas coisas? E as palavras ficam engasgadas, mais e mais vezes. Não adianta falar. Eu sei que não me entenderiam. Sei que iriam rir de mim, julgar minhas palavras, me olhar torto e internalizar: Nossa, como a Mara mudou.  


A cada mudança eu percebo que algumas pessoas ficam pra trás. Não foi eu que as deixei: elas é que não me acompanharam.


12 novembro 2010

Hereafter - Além da Vida

"Além da Vida conta a história de três pessoas que são afetadas pela morte de maneiras diferentes. George é um operário norte-americano que tem uma conexão especial com o além. Em outro ponto do planeta, a jornalista francesa Marie acaba de passar por uma experiência de quase-morte que muda sua visão diante da vida. E quando Marcus, um garoto londrino, perde uma pessoa muito próxima, ele começa uma procura desesperada por respostas. Enquanto cada um segue o caminho em busca da verdade, suas vidas se encontrarão e serão transformadas para sempre pelo que eles acreditam que possa existir, ou realmente exista - a vida após a morte." 


Esse filme será lançado em janeiro de 2011 aqui no Brasil, e já estou ansiosa por assisti-lo. 

Clint Eastwood + Matt Damon + Temática Espiritualista= motivo mais do que suficiente para ir ao cinema!


Créditos da Sinopse ao site do Canal Verdes Mares.

07 novembro 2010

Cura Espiritual

Amigos, quero divulgar aqui dois blogs dos quais tenho participado e contribuído com algumas atualizações. São blogs muito ricos, recomendo que visitem com calma, passeiem pelas postagens e leiam aquelas que lhes chamarem a atenção.

Para quem quer entender o que está acontecendo comigo, como estou conseguindo me curar de um câncer grave sem precisar continuar com as quimioterapias, dedique-se a essas leituras pelo menos alguns minutos por dia. 


O Conversando com os Espíritos possui artigos relacionados ao Mundo Espiritual como um todo. Tem vários temas e mensagens publicadas que são de interesse abrangente. Vale a pena visitar.

Já o Doença, Dor e Cura Espiritual é inteiramente voltado à temática das Curas Espirituais. Desde explicações referentes aos motivos das nossas doenças e dores (sejam elas quais forem, fisiológicas ou psíquicas) até os tipos de tratamentos, com enfoques científicos e espirituais.


Pronto, por hoje é isso. =)
Boa semana pra vocês!

06 novembro 2010

Uma pessoa que todos deveriam conhecer

Hoje escrevo para vos contar a história de uma garota que conheci recentemente. 

Ela é estudante de Pedagogia, tem por volta de 23 anos. Não é alta, tem os olhos verdes e os cabelos castanho-claros. Assim que fui apresentada a ela, notei um desvio no olhar e, com mais atenção, reparei que ela mal conseguia me ver: possui uma deficiência na visão.

Depois de poucos minutos de conversa, fui descobrindo que o problema na vista era irrelevante se comparado aos tantos outros problemas que aquela guria enfrenta:

Com 11 meses de vida, a mãe dela reparou que havia algo 'diferente', e começou a levá-la a diversas consultas. Os médicos não descobriam nada e ainda diziam que era cuidado excessivo da genitora. Inconformada, a mãe viajou para Curitiba, Belo Horizonte, São Paulo, Porto Alegre (etc), sempre em busca de respostas que pudessem aliviar o coração aflito de quem sente que tem algo acontecendo, embora não saiba explicar.

Com 6 anos de idade (!) a criança foi levada aos Estados Unidos e, só então, as respostas começaram a aparecer.

Neurofibromatose Tipo 1 é o nome da doença. Um tumor cerebral teve de ser retirado com urgência, quimioterapias intensivas foram feitas, muitos estudos e a constatação de que, anualmente, a menina teria de ser submetida a cirurgias.

Em consequência do diagnóstico tardio é que a visão foi prejudicada e o desenvolvimento cerebral ficou danificado, acarretando dificuldades de aprendizado. Mesmo assim, essa garota que teria mil e um motivos para se desesperar optou por agradecer a Deus a oportunidade de evoluir através da Dor e do Amor.

Por que eu passei a admirar tanto essa pequena? Porque ela participa de trabalhos voluntários com pessoas portadoras de retardo mental, trabalha na brinquedoteca da faculdade cuidando de crianças e ainda é monitora de um projeto voltado ao ensino diferenciado! 

Essa garota que não consegue pegar ônibus e nem mesmo atravessar a rua sozinha, deveria ser um exemplo perante o qual deveríamos nos espelhar. Entretanto, ela ainda enfrenta preconceitos por onde passa, especialmente na faculdade. 

Nas cirurgias a que me referi (realizadas anualmente), são removidas das pernas dela diversas lesões que, ao não serem tratadas, evoluem para o estado de neoplasias. Não entendi muito bem como essa doença age mas,  independente da minha ignorância quanto a isso, o fato é que se trata de uma doença raríssima, acontece na proporção de um a cada 3.000 ou 4.000 nascimentos, sendo que metade dos casos são mutações novas

Infelizmente, a ignorância e, porque não dizer, maldade de certas pessoas, acaba por transformar a vida dessa adorável garota numa luta ainda maior. Isso que vou relatar a seguir fiquei sabendo por uma amiga dela (porque ela jamais iria contar tal fato, vitimizar-se não é algo que combina com sua personalidade): certa vez, uma mulher chegou para tirar satisfações com ela dizendo que não era obrigada a olhar para aquelas pernas horrorosas, e exigiu que a menina parasse de usar shorts. Vocês acreditam numa coisa dessas?

A resposta dela foi: Eu gosto de usar shorts e vou continuar usando, você não é obrigada a olhar para minhas pernas.

Fiquei chocada ao saber que muitas pessoas se afastam dela, se levantam do banco quando ela senta, entre outras situações absurdas que demonstram que muitos desconhecem a Lei  de Causa e Efeito, a Lei que rege o Universo. 

Tudo que você faz, volta para si, nessa ou noutra Vida. 

Agora vocês também podem dizer que conheceram uma garota fantástica. Uma Luz que, por onde passa, ilumina a todos. Os que não conseguem perceber isso é porque, certamente, ficaram ofuscados.


04 novembro 2010

Em busca de mim



Em busca de mim já fiquei tão diferente do que sou que nem seria capaz de me reconhecer no espelho. Deixei de dizer coisas para não desagradar. Agradei dizendo coisas que era melhor deixar passar. Falei muito, não ouvi tanto, me envolvi, rastejei, me lancei no abismo, voei alto, acordei dos pesadelos, cheguei no limite e, depois da vida, o que existe?

Passei por tão drásticas mudanças que algumas pessoas conhecidas nos mais variados momentos dos meus 20 e poucos anos não se dariam bem com todas as nuances dessa metamorfose que vos fala. Não é curioso tudo isso? Acaso você já sentiu que se fosse possível retornar alguns anos no tempo, jamais escolheria a si próprio como companhia? Eu sim.

Sempre senti em meu coração que estava em busca de algo. E esse algo era eu mesma. 

O quão difícil é encontrarmos nossa própria essência? É ela que se esconde de nós, ou somos nós mesmos que fugimos dela?

A verdade é que muitas respostas estão dentro de nós. Como um certo artista* de tempos idos comentava sobre sua arte de esculpir corpos perfeitos em pedra ("eu apenas tiro o excesso"), a perfeição está em nosso íntimo - só precisamos tirar o excesso, tudo aquilo que não tem a menor importância.

Mas, a pergunta que se quer fazer ouvir é: Por que mudar?

O Mundo está de tal modo corrompido que se tornou comum aceitarmos resignadamente o caos em que vivemos. Porém, muito pior do que isso é quando o caos se estende aos nosso atos e pensamentos. Aí sim, aceitar a proposta de mudar se torna cada vez mais improvável.

Toda mudança causa alvoroço. E dificilmente existirá uma mudança sem sacrifícios.

Estou disposta a enfrentar as setas venenosas, os ataques noturnos, os golpes de energia negativa, e tudo porque comecei a vislumbrar a Luz. Talvez digam que fui levada pela força das circunstâncias e, de certo modo, até que faz sentido... Entretanto, muitos passam pela beira do precipício e, ao invés de entenderem que ali é perigoso, voltam diariamente ao mesmo local, porque se agradaram com o eco - reproduzindo suas palavras, seus atos, seus erros.

No meu caso, não havia tempo para o jogo das repetições distorcidas. E eu também não quis correr o risco de ser empurrada - sei que certamente seria.

Se alguma vez senti falta do que deixei pra trás? Jamais.

Se eu sei que a Cura está em mim, da mesma forma eu sei que um futuro pleno se constroi hoje, no presente.

*Michelangelo Buonarroti (1475-1564) - Quando perguntado como é que ele conseguia esculpir obras tão belas, ele respondeu: "Eu pego um bloco de pedra e a estátua já está dentro; eu só tiro o excesso."