25 fevereiro 2011

Eu pensei que podia viver por mim mesma


Eu pensei que podia viver por mim mesmo
Eu pensei que as coisas do mundo
Não iriam me derrubar
O orgulho tomou conta do meu ser
E o pecado devastou o meu viver

Fui embora, disse: Ó Pai, dá-me o que é meu!
Dá-me a parte que me cabe da herança
Fui pro mundo
Gastei tudo
Me restou só o pecado
Hoje eu sei que nada é meu
Tudo é do Pai

(refrão)
Tudo é do Pai
Toda honra e toda glória
É dEle a vitória
Alcançada em minha vida
Tudo é do pai
Se sou fraco e pecador
Bem mais forte é o meu Senhor
Que me cura por amor

4 comentários:

Mônica disse...

Muito bonito Má!!!!!!

Dei uma passada aqui pra ver como andam as coisas. Faz tempo que não visito né!
Vou visitar mais vezes, pra me sentir mais parte da sua vida. Saudades,

Beijos.

Wirla Lino da Silva Souza Falcão disse...

Mara, passei por aqui para saber como vc está, mande mais notícias! bjs

sam disse...

Como assim vc tem um tumblr?? ;O
Adorei!

Beijos, beijos!

Michele W. disse...

É bem por aí e a gente sabe. Viver por nós mesmos não dá lá grande coisa... :D