30 dezembro 2011

Presente



Eu vou fazer uma lista, não daquelas convencionais, de tudo que planejo para 2012. Na minha lista só vai ter aquilo que já realizei, especialmente nos últimos 12 meses. 
Não quero apagar este ano difícil da minha memória, isso seria banalizar cada uma das lágrimas que derramei, torná-las sem sentido.


Não se deve esquecer o motivo de suas quedas, pois se assim o fosse, mais à frente você já estaria caindo outra vez, pelas mesmas razões.

Meu presente para mim mesma vai ser essa lista, cheia de pequenas vitórias que conquistei sem nem mesmo saber que as estava buscando. Faça isso você também, presenteie-se com suas palavras. 

Sobreviver a este mundo é um triunfo, comemore.


Tempo, tempo

 
É quando menos temos tempo que mais tempo encontramos para fazer o que queremos. Essa é uma verdade que aprendi ao longo de minha humilde existência.

Na ociosidade fútil, parece que o dia passa tão rápido que, quando vamos dormir, temos a impressão de que perdemos muitas horas em apenas alguns segundos. É uma sensação de frustração sem limites.

Não sei o que acontece, e já nem busco uma explicação. Só queria saber aplicar tão bem, na prática, tudo que sei na teoria. 

Dia desses vi uma frase bacana sobre o próximo ano:

Em 2012, não é o ano que tem que ser diferente: é você.

Esse conselho me caiu bem, e não quero segui-lo apenas quando começar janeiro. Quero começar desde já, desde agora. Apesar de saber que nossos planos cotidianos não significam nada, quando a Vida enxerga mais longe do que nós - e quase sempre é assim - tenho algumas metas para o próximo ciclo que se iniciará dentro de 2 dias.

2011 não foi um ano fácil. 
Recomeçar a vida não é uma tarefa simples, e eu ainda estou aprendendo a caminhar sem segurar a mão de ninguém. Porém, 2011 me deixou um legado de grandes experiências, que me fizeram enxergar o mundo de uma forma diferente, mais madura. Ainda vou colher muitos frutos dessa tempestade que passou. Ainda hei de olhar pra trás e entender cada passo torto que dei, sem me lastimar por nada que perdi ou deixei de ganhar. 

A Vida é cheia de escolhas e aqui estou eu, exatamente onde deveria estar. 
Aonde chegarei, e com quem, isso não importa agora. Só sei que preciso estar pronta, e estarei, quando a Vida cobrar isso de mim.