27 janeiro 2012

Just Feel


Apenas sinta a música e veja como ela é capaz de te transportar para lugares que você nem lembrava que existiam. 
De repente, meu coração parou. E quando voltou a bater, as batidas eram mais fortes do que de costume. Renasci com essa melodia.






Obrigada, Pri. Não pude evitar: postei o mesmo vídeo que a Swu. Essa sua indicação acabou conosco. ;)

25 janeiro 2012

Timeless


Um dia eu percebi que não fazia sentido. Não sem ela ao meu lado.

Ser forte

Você nunca sabe o quão Forte é até que Ser Forte é a única escolha que você tem.

Dias melhores


Eu queria ser anônima. Nunca quis ser popular, nunca desejei ser famosa. 
Eu amo ficar sozinha, não abro mão da minha privacidade. Às vezes eu maldigo o Google por permitir que vasculhem tudo que já assinei por aí, pois basta que digitem o meu nome para inúmeros resultados aparecerem. E muitos destes resultados (que eu mesma já tive a curiosidade de conferir) nem condizem com essa Maraysa que vos fala. 

Eu cometi um erro quando falei da minha vida pessoal em alguns lugares, para pessoas não confiáveis, porque eu nunca gostei que soubessem muito sobre mim - mas só hoje me dei conta disso. Antes eu não pensava, não refletia. Quando percebia o ocorrido, ele já estava feito. E algo irritante é saber que não posso voltar atrás.

Me chamem de antissocial, pensem o que quiserem a meu respeito, eu juro que isso não me afeta como antes. Eu parei de querer agradar a todos, parei de sofrer com a possibilidade de uma rejeição. Eu me aceito, me respeito, e não me coloco onde não tenho vontade.

Penso uma, duas, três mil e quinhetas vezes antes de contar algo mais pessoal. Seleciono muito cautelosamente o que compartilhar, e com quem o farei. Eu sou diferente, não sinto necessidade de ter um monte de amigos, não tenho vontade de sair aos finais de semana, não quero receber visitas o tempo inteiro. Eu sou reclusa, e é sempre uma odisseia interna quando decido sair da toca.

Eu gosto de ver o céu, gosto de tomar um ar, mas por outros motivos. Talvez eu seja acomodada com meu conforto; talvez tenha preguiça também. Até que não é tão ruim quando piso o pé lá fora, mas é quase sempre tão desgastante ter que pegar sol e encarar aqueles ônibus horrendos. Talvez eu seja fresca, talvez eu seja um tanto quanto confusa também. Mas eu não preciso me definir, pois estou mudando, e a cada acordar eu percebo o quanto já reajo diferente a coisas antigas que não me mobilizavam mais.

É estranho perceber o quanto eu mudei. É estranho reler velhas postagens e achar graça do modo como eu escrevia. Alguns nem devem notar, mas para mim é tudo muito tácito.

Eu não sou uma grande pessoa que você deva conhecer profundamente. Eu não sou uma pessoa com quem você deva se relacionar. Eu ainda me descubro a cada dia, e essa é uma jornada que eu farei comigo, até que eu encontre um lugar onde ficar. Um lugar que me preencha de alegria, alegria essa que eu tenho buscado em sonhos de olhos abertos. 

Em muitos instantes me faltam forças para continuar, e penso que está tudo acabado. Mas aí, quando menos espero, a energia que sempre esteve ali, embora tão acuada que eu nem podia enxergar, começa a ganhar forma e me impulsiona a seguir.

Ainda tenho muitas perguntas sem respostas, infinitas páginas em branco, mas algo me faz levantar todos as manhãs, com vontade de ser e agir diferente: a esperança em dias melhores.

19 janeiro 2012

Música feliz

Vocês já conhecem o Marcelo Jeneci e a Laura Lavieri? Dia desses vi o clipe deles no VH1 e me encantei de imediato. Essa canção me passa uma sensação de bem-estar maravilhosa. E a voz da Laura é mágica!


Segue a letra:

Haverá um dia em que você não haverá de ser feliz.
Sem tirar o ar, sem se mexer, sem desejar como antes sempre quis.
Você vai rir, sem perceber, felicidade é só questão de ser.
Quando chover, deixar molhar pra receber o sol quando voltar.
Lembrará os dias que você deixou passar sem ver a luz.
Se chorar, chorar é vão porque os dias vão pra nunca mais.


Melhor viver, meu bem, pois há um lugar em que o sol brilha pra você.
Chorar, sorrir também e depois dançar, na chuva quando a chuva vem.
Melhor viver, meu bem, pois há um lugar em que o sol brilha pra você.
Chorar, sorrir também e dançar.
Dançar na chuva quando a chuva vem.


Tem vez que as coisas pesam mais do que a gente acha que pode aguentar.
Nessa hora fique firme, pois tudo isso logo vai passar.
Você vai rir, sem perceber, felicidade é só questão de ser.
Quando chover, deixar molhar pra receber o sol quando voltar.


Melhor viver, meu bem, pois há um lugar em que o sol brilha pra você.
Chorar, sorrir também e depois dançar, na chuva quando a chuva vem.
Melhor viver, meu bem, pois há um lugar em que o sol brilha pra você.
Chorar, sorrir também e dançar.
Dançar na chuva quando a chuva vem.

18 janeiro 2012

Ventos da mudança


É tempo de mudar. É tempo de crescer, de se movimentar.
Chega de se enganar, de fazer promessas que já nascem quebradas. 
É tempo de planejar o possível e deixar nas mãos da Vida o que não está ao nosso alcance. São pequenas vitórias, dia após dia. E a cada amanhecer, sempre haverá a chance de fazer tudo diferente, de colocar em prática aquelas atitudes que estamos adiando há sabe-se lá quantas eras. É hora de jogar fora os velhos e nocivos hábitos; é hora de se reciclar, de se transformar de verdade.

É tempo de parar de colocar a culpa em qualquer coisa que não em você, pois só você é responsável pelo que és. Pedras sempre existirão, mas nunca ninguém disse que você não poderia removê-las do caminho. Acredite que você pode tornar realidade tudo aquilo que deseja, se tantos outros conseguem, por que você não haveria de conseguir? 


É tempo de usar mais do seu potencial, pare de se conformar com o mínimo, com migalhas medíocres. Você pode ter mais. Você poder ser mais.
Faça planos palpáveis, mas não fique apenas nisso. Um plano não é nada sem uma execução. E uma ação sem planejamento tende a ser totalmente desordenada. Procure o equilíbrio: você sabe que é possível e já o vivenciou, não é verdade? Acontece que você perdeu o mapa, e agora terá de fazer essa rota por si mesmo, seguindo sua intuição. 

Não desista! Querer mudar vai fazer mil forças se voltarem contra você. Forças essas que se comprazem em te ver desanimado, levando uma vidinha mediana. Mas não aceite essas interferências, elas só ganham espaço quando você permite. Seja mais forte. Procure forças na Natureza, na música, na arte, nos livros, nos exemplos maravilhosos que a Vida nos deixou. 


Repito: nunca se deixe levar por aquela voz que te impede de agir diferente, que te faz adoecer, perder as forças. Ela está agonizando com suas mudanças, então irá usar todas as armas para te derrubar. Mas entenda: ela se alimenta do seu mal. Se você está bem, deixa de fornecer-lhe suprimentos, então ela sucumbe - ou procura outra vítima, que é o mais provável, já que a Terra está cheia de pessoas assim, completamente submissas às suas próprias fraquezas.

Se você vencer as primeiras batalhas, a guerra se tornará mais leve. Não digo que a guerra terá fim, pois o inimigo ficará sempre à espreita, sem nada a perder, esperando que você baixe a guarda. Mas aí o acesso a você já será mais tortuoso, pois uma muralha de coragem se erguerá ao seu redor, te deixando com mais tempo para pensar e reagir. Porém, esse distanciamento só será possível se você se esforçar, se tiver vontade de evoluir. De nada adianta uma legião de conselheiros te socorrendo, se você se nega a ouvi-los. No fim das contas, é você quem decide qual será a estratégia. 

Ou você se mantém como está, arrependendo-se sempre, antes de dormir, de ter a vida miserável que tem; ou resolve mudar, dar um passo maior dessa vez, um passo seguro e definitivo, que te dará, sempre, boas noites de sono. 

A escolha é sua: mude. Só assim você será verdadeiramente livre.

Lembre-se de que "uma viagem de mil léguas começa sempre com o primeiro passo."

16 janeiro 2012

Soundtrack

2011 foi um ano em que tive a indescritível alegria de conhecer músicas maravilhosas, que integrarão para sempre a trilha sonora da minha vida. As melodias que selecionei abaixo foram as mais ouvidas, sendo que apenas a do Legião Urbana, Tempo Perdido, eu já conhecia, as demais foram um presente adorável que pessoas como a Swu e a Michele tiveram  imensa participação.

A Fine Frenzy




Stood Up
Elements








The Gossip


Metric


  

 Heavy Cross









   ♪Help! I'm Alive



Legião Urbana





 



 
   ♪Tempo Perdido
Kate Havnevik







Unlike Me
Timeless








Sia









   ♪Breathe Me






 



E a melhor descoberta de todos o tempos:
Florence + The Machine!

Florence + The Machine


Florence + The Machine
Heavy In Your Arms
Cosmic Love
What the water gave me
Drumming Song











Spectrum
Only If For A Night
Heartlines
Shake It Out







11 janeiro 2012

O Homem que plantava árvores

Alguns dias atrás, me deparei com este fabuloso curta-metragem. Fiquei tão comovida que hoje decidi compartilhá-lo. Prepare o lencinho.

Parte 1

Parte 2

10 janeiro 2012

I have to go


-Eu tenho que ir. Por favor, solte minha mão, me deixe partir. Você não vê que é melhor assim? Quantas vezes já disse adeus e você recusou-se a ouvir? É hora de me escutar, pois não direi mais nada. Estou cansada, não quero dar satisfações, já fui tola demais. Ninguém entende o que se passa comigo, e não sou capaz de explicar, mas preciso de tempo, e distância. Preciso ficar só. Eu sou um ser solitário, sempre fui. Todas as tentativas de permanecer foram um fracasso, e só nos causaram dor. Se você me quer bem, me deixe ir.

-Não faça isso, não é fugindo que vai conseguir se encontrar. Quando você voltar, seu Caos estará te esperando. Podemos tentar juntos, mais uma vez. Não vês que mudei? O tempo passou, amadureci, sou um outro homem. Me dê uma chance de te mostrar isso.

-Não se trata de fugir, se trata de buscar um novo lugar pra mim. É incrível como você não enxerga a realidade. De quantas chances ainda precisará? Isso não é um jogo, na Vida Real ninguém vai te dar tantas explicações quanto te dei. Eu poderia ter feito tudo diferente, mas tentei ser suave. Meu erro foi ter sido suave demais.

-Suave? Você ignora que eu existo.... Isso é ser gentil pra você? 

-Honestamente, não tenho que continuar te dando respostas, procure-as dentro de si, eu não farei esse papel. Você me colocou num lugar que nunca foi meu, você não sabe quase nada a meu respeito. Como podemos ter algo em comum se nem ao menos sou capaz de te reconhecer na rua? Você é um completo estranho pra mim. Um estranho que não se ama o bastante para perceber que meu "suposto ignorar" não passa de um olhar padrão, doado a todos que não conheço. Se eu soubesse quem você realmente é, certamente demonstraria, talvez sorrisse, mas jamais agiria como se você não estivesse ali. Ah! Que saber? Pense o que quiser, é seu direito. 

-Então você não percebeu que era eu? Mas eu não mudei tanto assim.

-Nem sei de que dia você está falando, sério. E se não te reconheci, isso só transparece ainda mais o quanto estamos fora de sintonia. Minha alma não captou a sua. Sinto muito. Já se passaram tantos anos, porque você não desiste, deixa essa história pra trás? Por favor. Liberte-me de seus pensamentos.

-Eu nunca consegui te esquecer. Parece uma doença - e não quero me curar. Você tem sido cruel demais, não sei porque ainda te procuro... É algo mais forte do que minha razão; inexplicável! Como faço para soltar sua mão e continuar existindo? Eu poderia te fazer a mulher mais feliz do mundo... Tantas gostariam de ouvir isso de mim, mas reservei essas palavras a ti, que me despreza. Você não merece meu Amor, sinto ódio de mim por te querer tanto!

-Sabe qual é o fim de um paciente terminal que não quer se tratar? A morte. Eu não quero que você morra, mas se eu ficasse com você, certamente eu morreria. Não quero alguém que me ame de forma doentia, talvez isso agrade a algumas mulheres, mas não a mim. Só de abrir espaço a você já me sinto aprisionada. É tóxico. Cure-se de sua alucinação, você vai enxergar que não tenho nada de extraordinário, apenas te dei um não inesperado e isso te deixou intrigado. Foi só isso. Siga em frente, é o melhor que tens a fazer. E quando estiver curado, você vai entender que tudo que fiz foi te dar um horizonte. Pare de querer aquilo que não pode ter, apegue-se a tudo que você pode conquistar.

-É doloroso demais saber que você nunca mais será minha.

-Eu nunca fui sua. Esse é seu delírio, acreditar que pessoas podem pertencer a outras. Eu sou livre, isso é muito claro pra mim. Quem está acorrentado aqui é você: ao passado. Liberte-se então. Só você tem esse poder. 

-E sua amizade? Nem ela você pode me oferecer? Como isso pode ser bom e certo? Não faz sentido! Você fala coisas que não consigo enxergar, é tudo absurdo demais.

- ...

-Responde! Por favor, me fala que isso não vai durar pra sempre. O futuro é imprevisível, como você pode saber o que é melhor pra mim? 

- ...

-Não vai mais falar comigo? Então começou a me ignorar mesmo??! Isso é tão infantil de sua parte. 

- ...

-Engraçado, você se gaba de ser muito madura, né? Quanta maturidade em se fazer de muda!

- ...

-Por que você tá me olhando assim? Fala comigo, me deixa ouvir o som da sua voz! Não vai agora, eu não terminei de falar! Volta aqui!


03 janeiro 2012

Tiros na cidade


Para quem acompanha as notícias dos últimos dias, o que irei falar a seguir não há de surpreender:

Fortaleza se tornou o palco da maior falta de respeito à população, por parte dos governantes que deveriam cuidar e preservar a dignidade dos cidadãos que, ilusoriamente, os colocaram no Poder, com esperanças de alguma mudança efetiva no cenário político de nossa cidade. 

Greve

Com a greve dos policiais militares, que já dura seis dias, o clima de pânico se instalou por todos os lados. Ontem houve um "arrastão" no centro comercial do meu bairro. A avenida foi surpreendida por um grupo de homens armados que saquearam todas as lojas que encontraram no caminho. Os lojistas que conseguiram, fecharam as portas em tempo de evitar maiores danos. Mas muitos não tiveram a mesma sorte.

Há pouco, ouvi tiros perto da minha rua. Dois - e passos apressados estremeceram o asfalto. Depois mais dois e, por fim, mais um. Minha mãe correu para espiar do portão, outros vizinhos fizeram a mesma coisa. Todos se entreolharam rapidamente e já voltaram para suas tocas. Ninguém quer ser a próxima vítima.

Faltei à aula de segunda-feira à noite pela insegurança de ficar na parada do ônibus, e se eu tivesse me arriscado, teria ficado exposta ao perigo justamente no instante em que estava ocorrendo o arrastão. Nessas horas é melhor não pagar para ver.

As ruas da cidade estão desertas; impera um clima apocalíptico que assombra a todos e faz a alegria daqueles que monstruosamente estão tirando proveito do Terror generalizado. 

Os policiais estão certíssimos em lutar por seus direitos, apesar de ainda não ter entendido como eles conseguiram encontrar essa "brecha" na lei, visto que a Constituição Federal, em seu artigo 142, § 3º, IV - estabelece que "ao militar são proibidas a sindicalização e a greve". Se alguém acompanhou o início desse movimento e souber alguma coisa, não deixe de comentar, por favor.

Mas o fato é que tudo isso levantou uma grande revolta, facilmente visível nas redes sociais. O que encontrei, há alguns minutos, fazendo uma busca pelo nome do governador Cid Gomes, foi essa imagem (clique para ver).

Me deixa perplexa ver o quanto as pessoas são capazes de criticar, se empenhar em fazer montagens, dedicar horas a falar mal do Governo mas, na hora de agir, todos preferem se esconder, ficar em casa esperando que tudo se normalize.

Particularmente, enxergo este momento de indignação como uma oportunidade perfeita para que todos tirem do Poder o nosso excelentíssimo governador, já que ninguém se mostra satisfeito com essa falta de respeito absurda que vem se repetindo e se fortalecendo desde a greve dos professores, no ano passado.

Eu não quero que tudo se normalize, não quero que as coisas voltem a ser como eram, pois elas não estavam boas! É tempo de mudança, mudança de verdade.