19 abril 2012

Meu querido pai


Essa foto é para aqueles que ainda não conhecem meu pai, para que em suas orações possam ver sua face. Essa foto é também para aqueles que o conhecem, e o recordam com seus trejeitos bem humorados, sempre achando graça da Vida e fazendo todos sorrirem. 

A foto acima foi tirada em 2008, estávamos em São José do Belmonte/PE, terra natal de meu pai.
É comum as pessoas nos acharem parecidos, temos a estrutura facial muito semelhante e as extremidades também (meu pé é a cópia fiel do pé dele!). Também temos em comum um sinal, no mesmo local e formato. 

Nós somos almas afins, já convivemos em outras vidas e eu almejo continuar ao lado desse espírito lindo por toda a eternidade. Conversamos com os olhos, sabemos o que o outro vai dizer mesmo antes de começar a falar. Nossos sorrisos são recíprocos, simultâneos; nos entendemos por telepatia. 

O que posso dizer é que este maravilhoso pai e amigo está lutando firme, pois ele não quer desencarnar agora. Ele fez sua escolha, ele está consciente da chance de uma nova vida, nessa existência. Por mais que haja interferências sombrias, a luz sempre prevalece. 

Eu creio e tenho fé que ele vencerá essa guerra.


3 comentários:

Thiago N. Raulino disse...

Minha linda amiga!!!
Gostaria de lhe contar uma coisa. Algumas vezes, em momentos em que me sentia muito só e aflito, eu recebia uma mensagem de alguém me reconfortando, ou apenas me alegrando! O engraçado é que muitas vezes estas pessoas nem sabiam que estavam me ajudando! Sabe o que eu descobri depois de um desses momentos!? Que Deus nos dá os amigos para que, nos dias difíceis, eles nos mostrem que não estamos sós!!!

Aqueles que te amam estarão sempre orando por você, por seu pai e por sua família!!! Força!

Ivu disse...

Saudações, Marita.
Há longos dias que não passo por aqui. Não ativamente. Estive lendo as últimas notícias postadas aqui e espero sinceramente que esse ciclo pelo qual você passa tenha um final positivo. Creio que a gravidade das situações não são equiparáveis, mas há pouco tempo eu descobri o que é ver o pai deitado em uma cama de hospital, doente e muito fraco. Sua família é bonita. Desejo melhoras ao seu querido e meus pensamentos positivo são todos seus.

Um abraço cordial.

Maraysa Carvalho disse...

Obrigada pela força, meus queridos.
Agradeço, de coração, pelas palavras de apoio, que sempre fazem um bem enorme.
Abração!