08 fevereiro 2013

Sorria!


Qual o valor de um sorriso? E tem preço? Não, não tem. O sorriso é terapêutico e não custa absolutamente nenhum centavo. O bem que ele faz não dá para mensurar, porque é ilimitado. 

É bom pra quem sorri, é bom para quem recebe o sorriso. 
Acolhe estranhos com uma silenciosa expressão de boas vindas. 
Dá aconchego, carinho, respeito. É também um sinal de educação e honestidade. 

Sorrir é uma dádiva! E considero um crime esconder um sorriso sincero. 

E quando ele não é permitido, ou soa como um deboche? A culpa não é do sorriso, mas de quem não sabe fazê-lo. 

Um sorriso discreto, movendo apenas o canto da boca, esse é universal. Um pouco tímido mas, ainda assim, presente e marcante.

Sorrir diante das dificuldades é um sinal de sabedoria. Aquele que consegue rir de si mesmo demonstra ter bom humor. 

Já experimentou sorrir para desconhecidos? É tão bonito quando é correspondido! 

Um sorriso verdadeiro é feito em conjunto com os olhos, que brilham de forma mais intensa. 

Existe aquele sorriso nervoso, descontrolado, que merece ser perdoado. 
E também aquelas gargalhadas demoradas, gostosas de se ouvir.

O sorriso pode ser sedutor, metálico, amarelo, fingido. O sorriso pode ser frio, automático, controlado. O fato é que quem deixa de sorrir, esquece como é bom.

Todos gostam de estar perto de pessoas que as fazem sorrir. E tem aquelas que fazem de tudo para arrancarem sorrisos a todo instante. Às vezes a gente sorri pra não perder a amizade e outras, apenas para não chorar. Eu já sorri pra não ficar calada, e outras porque não queria falar.

Sorrir é bom, faz bem, é bonito, é bacana. Se queres um conselho, sorria para quem você ama! ;D

2 comentários:

Thiago N. Raulino disse...

Já que você diz: :)
Saudades!!!

motafer disse...

eu sempre vou sorrir pra ti!
Saudade!